quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Inquietas Memórias...


Memórias tão vivas...
Sei que um dia se tornarão doces e distantes...
Só que agora,
Elas invadem,
Vivas e flamejantes a minha mente.
Há pessoas que não sabem
O quanto foram queridas,
O quanto fizeram por nós,
Como despertaram sentimentos tão singulares.
Quando não mais pensava que iria sentir,
Algum dia,
De novo.
Mas sentiu,
E foi assustador,
Uma ligação inexplicável,
Marcante.
Tal vínculo parece que foi feito para ser guardado,
Guardado como uma lembrança.
Nem tudo que é sentido
Precisa ser dito,
Mas com certeza,
Fez todo sentido ser vivido.

Denise Carvalho (D. C.)





Nenhum comentário:

Postar um comentário